29 de dezembro de 2010

O marido pula a cerca e quem paga o pato é o carro

 

É… são inúmeros casos na internet… A história é sempre a mesma – o canalha pula a cerca e a parte traída desconta no que o homem mais preza – seu próprio carro. 
 Nesse caso, um M3, atingido por muita tinta. Chega a doer só de olhar.








Mas seguro nenhum cobre vandalismo! Então o cara vai arcar com o preju dessa bela BMW M3!

O desse Porsche foi menor o preju, só a pintura

Pichação é básico


Acontece com todo tipo de carro

Traduzindo – Espero que a “perseguida” tenha valido a pena, seu bastardo! (atenção para a tradução 
 familiar da perseguida)


Essa já virou clássica na web – uma bela BMW série 5, vandalizada.

New beetle

Fag… (na verdade esse é um caso de homofobia, mas cabe no post pelo vandalismo)

Esse é pior – feito com o que parece ser tinta de parede. Suvinil – a tinta da mulher traída!

Esse caso aconteceu no Brasil – placas obviamente escondidas para não entregar os nomes

Um belo New Civic

Que foi supostamente marretado por uma mulher traída

Não sobrou lata sem amassar

Nada que um martelinho não resolva


todos os vidros, farois… serviço completo!

Esse é outro clássico da web – um Audi A8 novinho, todo cheio de picaretas


E já ouvi como sendo da máfia russa. Bom, de um jeito ou de outro, não se mexe nem com mulher nem com a máfia. Muito menos com mulher de mafioso.

Essa é dolorida – uma Porsche Cayenne que era linda

Com todos os vidros quebrados

Lanternas, retrovisores… tem gente que não tem dó!

Comente com o Facebook:

Write comentários